quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

10 Serial Killers reais que inspiraram personagens de American Horror Story



*** ALERTA DE SPOILERS! ***

American Horror Story é uma série de horror-drama, criada e produzida por Ryan Murphy e Brad Falchuk. Em cada temporada, há uma história diferente (leia mais sobre a série aqui e aqui) e em praticamente todas as temporadas temos algum personagem serial killer, muitos deles inspirados por assassinos reais, confira:

Tate Langdon (1ª temp.) - Massacre do ColumbineEmbora o famoso Massacre de Columbine não tenha sido um caso de assassinatos em série, e sim de assassinatos em massa, vale à pena citar aqui. Em 1999, os estudantes Dylan Klebold e Eric Harris entram na Columbine High School e provocam pânico ao matar 13 pessoas e deixar várias feridas. Há uma cena bem parecida na série, claramente inspirada nesse massacre, protagonizada pelo personagem Tate Langdom, sendo uma das cenas mais marcantes da temporada.


Dr. Oliver Thredson - Blood Face (2ª temp.) - Ed GeinO Dr. Oliver Thredson tinha objetos de decoração bizarros, usando pele humana, além de possuir uma máscara também feita com pele, daí o apelido "blood face" ("cara sangrenta"). O personagem foi inspirado em um dos serial killers mais conhecidos, Ed Gein. Ed vivia recluso em uma fazenda com sua mãe, a qual idolatrava, ainda que a mesma o trata-se feito lixo. Após a sua morte, Ed começou a recolher partes de corpos de cemitérios para decorar sua casa, além de cometer alguns assassinatos de mulheres parecidas com a falecida mãe. Ele também tinha uma roupa de pele humana que usava para caminhar pela fazenda à noite. Suas bizarrices inspiraram vários filmes, dentre eles o famoso Psicose, que por sua vez inspirou também a série Bates Motel.


Madame LaLaurie (3ª temp.) - Delphine LaLaurieDelphine LaLaurie, conhecida como Madame LaLaurie, viveu no século XVIII e supostamente ajudou a torturar, mutilar e matar cerca de 96 escravos negros. É retratada na série pela personagem de mesmo nome, interpretado pela atriz Kathy Bates.


Dandy Mott e Twisty, O Palhaço (4ª temp.) - John Wayne Gacy: Ambos personagens foram inspirados pelo serial killer John Wayne Gacy. Como muitos serial killers, Gacy escondia seus crimes terríveis através de uma vida aparentemente normal: um bom empresário, bom cristão e um dos seus hobbies era se vestir de palhaço e alegrar crianças hospitalizadas.


A 5ª temporada (Hotel) tem um monte de serial killers!

Já a 5ª temporada da série é um prato cheio para quem gosta de histórias sobre serial killers. Temos a Condessa Elizabeth, interpretada por Lady Gaga e inspirada em Elizabeth Bathory, conhecida por usar sangue de mulheres virgens que ela acreditava ser um segredo para preservar a beleza e juventude. Na série, a Condessa Elizabeth é uma vampira.


O personagem James Patrick March, encarnado por Evan Peters, foi inspirado no serial killer H. H. Holmes, um assassino que criou uma mansão, a qual ele mesmo apelidou de "castelo", com mais de 100 quartos, passagens secretas e várias armadilhas onde cometia seus crimes. Em um período, H. H. Holmes abriu as portas dos seu castelo do horror para turistas de passagem, que obviamente sumiram. Na série, é a mesma premissa: James Patrick March é um fantasma serial killer dono de um grande hotel.


Daí como se não bastasse terem esses dois personagens fortes na temporada, temos um episódio genial em que James Patrick March realiza seu jantar anual, chamado Devil's Night Dinner, onde convida ninguém mais, ninguém menos que alguns dos serial killers mais conhecidos do mundo. São eles: Aileen Wuornos, John Wayne Gacy, Jeffrey Dahmer, Richard Ramirez e O Assassino do Zodíaco. Pra mim esse foi um dos pontos altos da temporada.



Kai Anderson (7ª temp.) - Charles Manson: Na 7ª temporada de AHS (Cult), temos mais uma vez o ator Evan Peters interpretando um personagem inspirado em um serial killer - no caso o Kai Anderson, inspirado no conhecido Charles Manson. Charlie, como era conhecido, foi um serial killer peculiar dos Estados Unidos, já que usou seu poder de influenciar pessoas para criar um culto na era hippie, onde ele era líder e era visto como Jesus. Ele usou seu poder sob seus seguidores para esses cometessem uma série de assassinatos que chocaram o país e o mundo, sendo conhecido e falado até hoje.



Espero que tenham gostado do post. Sou muito fã dessa série! Para conferir mais posts sobre serial killers, clique aqui.
Próximo Post
Anterior Post

Um comentário:

  1. Comecei a assistir a temporada que era em um circo mas não rolou. Talvez tivesse de acompanhar mais tempo mas não me interessei em continuar assistindo.

    ResponderExcluir