segunda-feira, 31 de outubro de 2016

LIVRO: Ed & Lorraine Warren: Demonologistas - arquivos sobrenaturais - Gerald Brittle


Hoje vamos falar sobre o livro "Ed & Lorraine Warren: demonologistas - arquivos sobrenaturais", do autor Gerald Brittle. Este livro foi publicado originalmente em 1980 e pela primeira vez publicado no Brasil em outubro/2016 nesta edição lindíssima da DarkSide Books.


Trata-se de uma biografia definitiva do casal Edward e Lorraine Warren, investigadores americanos de atividades sobrenaturais mais famosos da atualidade. Ed era demonologista, faleceu em 2006. Lorraine atualmente está com 89 anos e é uma médium. O casal investigou casos que inspiraram vários filmes de terror: Horror em Amityville, Anabelle, Invocação do Mal 1 e 2, casos que inclusive são abordados no livro, em especial o caso de Anabelle e Amityville.


Ao longo do livro, o autor traz falas de Ed e Lorraine contando com detalhes vários casos por vezes inacreditáveis. O casal, durante os anos 70, atendiam inúmeras famílias e não cobravam nada por isso, apenas ajuda com combustível e hospedagem para poder ir até os locais, também davam várias entrevistas e palestras com o objetivo de prevenir eventos desse tipo. Uma coisa que fica muito clara para o leitor é: NUNCA use um tabuleiro ouija ou coisas do tipo; pode ser muito perigoso.


Os Warren contam que há três etapas no processo de eventos conduzidos por entidades inumanas: infestação, opressão e possessão e/ou morte. Ao longo dos capítulos, eles detalham cada uma dessas etapas, exemplificando com casos reais. Falam também de exorcismos e de sua relação com a igreja católica.


No início da leitura, eu estava bastante cética, mas ao longo do livro, com tantas descrições ricas e interessantes e através da experiência dos demonologistas, vários questionamentos surgem e realmente é um livro que causa arrepios, principalmente se lido durante à noite, que segundo eles é o horário que as entidades se manifestam, e se for 3 horas da manhã, pior ainda.


O caso relatado que mais me chamou a atenção foi o da família Beckford, que inclusive traz fotos reais e descrição de diálogos com as entidades. A família Beckford constituía-se pelos pais, um filho e uma filha, sendo que esta última usou um tabuleiro ouija por um ano. O suposto espírito que conversava com ela dizia-se ser um rapaz que faleceu quando ela ainda era criança. A garota então começa a se apaixonar pelo espírito e conversar com ele diariamente, até o dia em que ela pede para ele manifestar-se. O que ocorre depois é impressionante e para mim foi o ápice do livro.


Como se não bastasse, o casal mantém um Museu do Oculto em sua casa, onde eles guardam objetos relacionados aos casos que atenderam. Segundo eles, esses objetos não podem ser destruídos porque libertariam a ira dos espíritos, assim como não podem cair na mão de desinformados. A boneca da foto abaixo está no museu e é de Anabelle, que inclusive faz parte de um marcador bem legal que acompanha o livro.


Recomendo DEMAIS a leitura desse livro se você adora ler sobre assuntos que envolvem o sobrenatural. Você pode levar essa leitura por dois caminhos: acreditar ou não, mas ambas as interpretações são muito ricas ao leitor. Simplesmente adorei, tornou-se um dos meus livros queridinhos!
Nota: ★ ★ ★ ★ ★
Próximo Post
Anterior Post

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu também estava assim que vi que a DarkSide ia lançar esse livro! É muito bom, você vai gostar :)

      Excluir